FESTA PASSAGEM DE ANO 2009/2010

Hiperligações para esta mensagem

Venha celebrar connosco o novo ano numa noite de muita festa e animação com
DJ Kidtutti e DJ A Boy Named Sue

Jantar (inclui festa) 29,90€
Entrada 8€ (apenas para a animação Djs)

12 de Dezembro - a Jigsaw || 10º Aniversário

Hiperligações para esta mensagem


A banda conimbricense a Jigsaw celebra no próximo mês de Dezembro 10 anos de existência. Com um EP, dois álbuns de originais e algumas centenas de concertos no curriculum, a banda prepara-se agora para celebrar o seu 10º aniversário, assinalando a data com dois meses de actividade, tanto nos palcos como nas suas residências virtuais, com concertos, passatempos e muitos presentes para os fãs.
A Festa-Concerto de Aniversário, para a qual estão a ser preparadas várias surpresas, será dia 12 de Dezembro no Salão Brazil, na terra-mãe da banda, em Coimbra.

***

"Uma das mais interessantes e originais bandas de Americana do continente Europeu"
-
Eric van Domburg Scipio, Heaven Magazine (Oct 14, 2009) / Holanda

"Like The Wolf é um disco de mão cheia, bem produzido e sem pontos fracos"
-
Rui Dinis, A Trompa (2009)

"Quando acabar de ouvir o album (Like The Wolf) vai querer mais e pressionar o Play"
-
Álvaro Alonso , PopMadrid (Jun 25, 2009) / Espanha

""Like The Wolf” é um album recheado de pistas e é difícil escolher apenas uma de menção "
-
Alessandra Reale, Ondarock.it / Italia






Links: myspace, blog, last.fm

11 de Dezembro - Noiserv || Indie songs don't lie

Hiperligações para esta mensagem
A voz de Laura Gibson, frágil e doce, como que encerrou este primeiro volume da narrativa da Lugar Comum. Contudo, resta-nos ainda um epílogo, a ser escrito no próximo dia 11 de Dezembro, desta vez em português.

Chama-se David Santos e assina Noiserv. Em 2005, pela conhecida "net label" Merzbau, gravou e editou um EP intitulado "56010-92", um primeiro registo que lhe valeu a atenção da imprensa e o empurrou para uma série de concertos. O seu imaginário é habitado por referências como Thom Yorke, Elliott Smith, Sigur Ros ou Tom Waits, nomes cujo legado não só percorre as suas faixas como o influencia a estender cada vez mais as fronteiras das suas composições. Um concerto de Noiserv é hoje um meticuloso exercício de construção; uma oportunidade de observarmos a laboratorial composição de melodias, recorrendo a utensílios como melódicas, teclados vários, caixas de música, glockenspiels e percussão. E, no entanto, nunca David perde de vista a sua dimensão de cantautor, conservando uma notória simplicidade e guardando a intimidade de momentos como aqueles que contaremos presenciar.

Na antecâmara de uma aguardada presença no Festival Super Bock em Stock, Noiserv apresenta, pela primeira vez em concerto, o seu álbum "One hundred miles from thoughtlessness", na cidade de Coimbra; oportunidade para conhecermos aquele que é um dos mais promissores autores portugueses.

Entrada 5€ (oferta de um pin para associados da Lugar Comum)

Reservas através do email geral@lugarcomum.pt, indicando nome completo, nº BI, número de entradas a reservar e contacto. O pagamento será efectuado à entrada do concerto mediante confirmação da reserva.



Uma organização Lugar Comum - Associação de Promoção e Divulgação Cultural

Links: myspace, last.fm

9 de Dezembro 22h - António Zambujo

Hiperligações para esta mensagem

António Zambujo apresenta Outro Sentido, disco seleccionado pelo Libération como uns dos dez melhores do ano de 2008 na categoria de World Music e considerado Top of the World Album pela reputada revista Song Lines.

Visto como uma das novas revelações da Música Portuguesa e aplaudido pela crítica nacional e internacional, Zambujo tem brilhado pelos palcos por onde passa em cidades como Rio de Janeiro, Toronto, Paris, Amesterdão, Viena de Áustria, Helsínquia entre muitas outras.

Sem nunca esquecer a agenda nacional, e dando seguimento à mesma, António Zambujo apresenta-se em tournée por Portugal, onde actuará em alguns dos mais importantes teatros do nosso país, uns pela primeira vez, outros bisando sucessos anteriores.

"...o que se ouve em Zambujo é algo já que vai mais fundo. É um jovem cantor de fado que, intensificando mais a tradição do que muitos de seus contemporâneos, faz pensar em João Gilberto e em tudo que veio à música brasileira por causa dele."
Caetano Veloso, obraemprogresso.com.br , Outubro 2008

Voz e guitarra clássica: António Zambujo
Contrabaixo: Ricardo Cruz

Entrada 8€




Links: site, myspace, last.fm

8 de Dezembro - Salão Brazil com Timor Leste

Hiperligações para esta mensagem
No próximo dia 08 de Dezembro (terça-feira) na cidade de Coimbra, decorrerão eventos dedicados especialmente a Timor-Leste. Um Encontro, duas exposições de fotografia, projecções, artesanato Timorense e uma noite de música dedicada a Timor-Leste e a todas as pessoas que têm essa chama ainda viva numa memória que jamais será esquecida.

No SALÃO BRAZIL inicia-se às 14h45 o Programa com um Encontro “O silêncio dos jovens. Que futuro?” que conta com as presenças confirmadas do Sr. Secretário de Estado do Conselho de Ministros e Porta voz do IV Governo Constitucional da RDTL, Ágio Pereira e da Sra. Embaixadora da RDTL em Portugal, Natália Carrascalão.

Conta ainda com uma Apresentação musical Timorense bem como um Lanche para encerrar o Encontro.

Informações || Qualquer esclarecimento adicional sobre este encontro é favor contactar +351 967 463 272
Hélio Casimiro Guterres
Presidente dos ATC
e-mail: direccao.geral.atc@gmail.com
Sítio: http://www1.ci.uc.pt/atc/atc_online.html

Organização || Académicos Timorenses de Coimbra e apoio do Salão Brazil

O Programa continua no QUEBRA pelas 18h15 com a inauguração da exposição “Rostos para a paz”, fotografias de Ana Rego.
Uma Organização Moving Cause e Quebra Costas

Encerra no ÀCAPELLA pelas 22h00 com Noite com música de Coimbra dedicada a Timor-Leste onde está Patente a exposição de fotografias “Sira ba”, de Cláudio Calhau.
Organização ÀCapella

Contactos adicionais || António José +351 933 452 145

Apoio Salão Brazil | Quebra | à Capella

5 de Dezembro - O Maquinista

Hiperligações para esta mensagem

O Maquinista é a 1ª aventura solo de João Branco Kyron, vocalista e letrista dos Hipnótica. É um projecto de “palavras faladas”. São fragmentos da memória, exercícios de voyeurismo, premonições, delírios febris, polaroids que simbolizam a essência de um percurso onde O Maquinista é o condutor, percorrendo os trilhos de uma montanha russa, ascendendo ao cume, assumindo o papel de criador da máquina, para depois iniciar a descida, veloz, tornando-se ele próprio um produto dessa máquina vertiginosamente desgovernada.
«Aqui ouve-se o Groove do contrabaixo e respira-se jazz fumarento , ouvem-se harpas reconfortantes e ouvem-se percussões tribais que são pulsão ancestral atravessando os esqueletos dos edifícios. Tudo isto são esquissos sonoros – criam cenários para as palavras se revelarem…louva-se a ideia e a forma como, expandindo a sua expressão criativa, Kyron mantém a coerência do seu universo.» IPSILON (3/5)

O MAQUINISTA AO VIVO
João Branco Kyron - voz, fx, percussões
João Pedro Moreira - sintetizadores, sampler, vídeo
Pedro Gundar - guitarra, fx



Reservas limitadas para jantar

(Não inclui entrada para o concerto)

Entrada 5€


Links: myspace, last.fm

28 de Novembro :: Virgem Suta :: 23h

Hiperligações para esta mensagem
“Nacos suculentos de perícia popular. Ao fim de oito anos, os bejenses Virgem Suta chegam, finalmente, à gravação. Em boa hora. O disco homónimo de estreia é pop de fino recorte, produzida por Hélder Gonçalves, dos Clã.” Sérgio Almeida, in Jornal de Notícias, 03/07/2009

A história dos Virgem Suta não é a história normal das bandas de hoje em dia. Não foram descobertos através do Myspace, não fizeram uso das autoestradas da informação para conquistar os milhares de fãs com que poderíamos abrilhantar esta nota. Valeram-se de duas guitarras, da voz e da quase 'ousadia' de uma mão cheia de canções e, sem exageros líricos, as suas auto-estradas foram outras. Perderam a conta às vezes que fizeram o País de Sul a Norte e de Norte a Sul. Mais uma vez, não o fizeram como as bandas normais, a tocar em todas as aldeias e terriolas onde os quisessem a actuar. Não! Habituem-se. Em Suta é um estado exagerado de estar, de viver, de pensar. Eles eram virgens no mundo da música e quiseram demorar o tempo que fosse necessário para se considerarem prontos. Conseguiram-no e brindam-nos com uma belíssima estreia. in myspace



Reservas limitadas para jantar
(Não inclui entrada para o concerto)

Entrada 5€

Links: myspace, last.fm

28 de Novembro 17H30 - Café-tertúlia do Clube de Política "Esquerda Presente"

Hiperligações para esta mensagem
Café-tertúlia || Políticas locais de esquerda

Fundado em Abril 2009, o Clube de Política "Esquerda Presente" inicia este sábado um ciclo de debates sobre os desafios da esquerda contemporânea.

A estrutura assume como ponto de partida para as suas reflexões, o espaço de Coimbra - concelho e distrito.
No que respeita às grandes linhas de força a desenvolver pelo clube, o destaque vai para o exercício da cidadania e o aprofundamento da democracia.
Paulo Valério, Joel Vasconcelos e Rodrigo Maia são alguns dos aderentes ao clube.


excertos do
artigo de Paulo Marques in Diário as Beiras de 24 de Novembro 2009

Entrada livre

27 de Novembro - "Some songs are bigger than others!"

Hiperligações para esta mensagem
"Some songs are bigger than others!"
One Imaginary Boy + Tuff Gong Love (RUC)

Indie-amor-electro-coração-guitarras-batimento

O Salão Brazil em Coimbra associa-se às comemorações dos 10 Anos do Referendo em Timor-Leste

Hiperligações para esta mensagem
"Celebrar a Independência de Timor é antes de mais celebrar a nossa independência perante todos aqueles que diariamente nos tentam subjugar ou impôr outra vontade que não seja a afirmação das nossas próprias escolhas, direitos ou plenas liberdades individuais.

Se este é o terreno da utopia, então a utopia concretiza-se diariamente.
Obrigado ao Kupa, Luciano e todos os Timorenses em Londres pelo exemplo de amizade e determinação.
P. Medeiros (original a cor, 110cm x 310 cm) com apoio da picbox.com – Coimbra, Maio de 2002"
© Pedro Medeiros – Kupa e Luciano, Houses of Parliament, Westminster, Londres 2001

Este triptico foi concebido especificamente para as comemorações da Festa da Independência, cujo tema foi “TIMOR-LESTE – UMA REALIDADE UMA UTOPIA”, realizada em Coimbra nos dias 19 e 20 de Maio de 2002. É e será exemplar único. Faz parte de um conjunto de trabalhos de diversos fotógrafos portugueses aí apresentados e trata-se da última peça que ainda não “partiu” para Timor-Leste. Em breve juntar-se-á ao “Cordão humano por Timor” de Nuno Patinho; "Timor-Um olhar diferente" de Ermenando Silva; “pix data file” (diapositivos) de António Santos Rocha e Luís Filipe Rocha e “until the end of the world” de António José.

18 de Novembro 22h - Couple Coffee (duo)

Hiperligações para esta mensagem


Couple Coffee nasceram como um invulgar duo de baixo e voz, Norton Daiello e Luanda Cozetti, artistas brasileiros residentes em Portugal. "Ela faz tudo o que quer com a voz. Ele sola, acompanha, e mais do que isso: seu baixo canta. Dessa alquimia resulta uma Música espantosa, original e sofisticada. A comunicação com o público é imediata. Não há quem fique indiferente a tanto virtuosismo." (A.R.)
Os Couple Coffee também conquistaram o respeito de outros músicos, desenhando cumplicidades com músicos como JP Simões, Sérgio Costa (Quinteto Tati), Vitorino, Gabriel Gomes (Madredeus) e Jorge Palma.

Tudo, nesta filigrana de contidos e inteligentes recursos, exibe um brilho de novidade que nos faz ouvir com outros ouvidos a onda de Jobim e Gilberto.” Nuno Pacheco, in Público





Entrada 6€

Reservas limitadas para jantar
(Não inclui entrada para o concerto)

Photo by Claudio Ribeiro

Links: myspace, last.fm

7 de Novembro - Norberto Lobo

Hiperligações para esta mensagem

«Norberto Lobo aparece e hipnotiza.
Há dois anos foi editado "Mudar de Bina", o álbum de estreia de Norberto Lobo, e maravilhámo-nos. Havia a dedicatória a Carlos Paredes e havia Paredes lá dentro, mas não reprodução de uma sonoridade, era coisa de alma, algo de intangível.

Não podia ser de outra forma, que Norberto Lobo toca guitarra clássica, não portuguesa. Não podia ser de outra forma porque Norberto Lobo, que passa o dia com uma guitarra às costas, tem a cabeça cheia de música. Música dali e de ontem, música de aqui e de agora. John Fahey e as revoluções do mago da guitarra na Americana. Os sons da cítara de Ravi Shankar e do mandolim de Mandolin U. Shrinivas. E Robert Wyatt e Thelonius Monk e, acima de toda a gente, o multifacetado Jim O'Rourke de quem fala com incontido entusiasmo.
Quando ouvimos "Mudar de Bina" há dois anos, onde cabia uma versão de Carlos Paredes, duas do cancioneiro tradicional português, andámos a vasculhar nele algo que explicasse em som isto que vemos e vivemos aqui. Nada mais natural: estamos sempre a procurar no outro algo que nos explique a nós próprios. Nada mais errado: a música de Norberto Lobo tem-nos a nós todos dentro, acolhe-nos a todos, mas é única e integralmente sua.»Mário Lopes in Ipsilon

Entrada 6€

Fotografia
Nuno Mendes


Reservas limitadas para jantar
(Não inclui entrada para o concerto)

Links: myspace, last.fm

6 de Novembro - Humanization Quartet

Hiperligações para esta mensagem

Este grupo luso-americano junta dois lisboetas, o guitarrista Luís Lopes e o saxofonista Rodrigo Amado, a dois texanos, os irmãos Aaron e Stephan Gonzalez, respectivamente contrabaixista e baterista. Quando se sabe que o jazz desde sempre foi um sorvedor de géneros e estilos e que praticamente todas as músicas urbanas hoje feitas no mundo interiorizam de um modo ou de outro características da “grande música negra”, os perfis destes quatro criativos atesta bem o que está em causa, ou não tivesse Lopes também influências do rock e dos blues e uma confessada devoção, entre outros, por Hendrix, Page, Big Bill Broonzy eLonnie Johnson, não estivesse Amado envolvido com outras práticas musicais além do free bop dos seus Lisbon Improvisation Players, como por exemplo o hip hop dos Rocky Marsiano, e o percurso dos Gonzalez não incluísse uma passagem pelo punk que para sempre lhes definiu uma atitude.

Na digressão em Portugal (Hot Clube, Festival JazzAlémTejo e Seixal Jazz) Luís Lopes quis reservar uma noite no Salão da Baixa de Coimbra. "A energia é incomparável", segundo ele. Pois bem, dia 6 de Novembro, Humanization Quartet no Salão Brazil!
Organização


JACC - Jazz ao Centro Clube

Entrada 5€


Reservas limitadas para jantar
(Não inclui entrada para o concerto)

Foto Carlos Paes

Myspace: Humanization 4tet, Luis Lopes, Rodrigo Amado,
Aaron Gonzalez e Stephan Gonzalez

17 de Outubro 23h - :papercutz

Hiperligações para esta mensagem

"Os :papercutz são um dos poucos projectos a sair de Portugal para cena internacional independente de música electrónica. No passado dia 2 de Abril venceram na categoria Off The Beaten Track os The People’s Music Awards com o single "Ultravioleta" do seu álbum de estreia "Lylac" que inclusivamente, têm recebido airplay pelas mais conhecidas estações de rádios nacionais."




Entrada
4€

Reservas limitadas para jantar
(Não inclui entrada para o concerto)


Links: myspace, site yahoo e last.fm

26 de Setembro - Joana Machado Quarteto

Hiperligações para esta mensagem
Quarteto com
Joana Machado
- voz
Bruno Santos -guitarra
Bernardo Moreira - contrabaixo
Bruno Pedroso - bateria

Joana Machado é das melhores cantoras de jazz portuguesas da actualidade. Vem acompanhada pelo Bernardo Moreira, Bruno Santos e Bruno Pedroso, gigantes do panorama jazzístico português.

"A Casa do Óscar - live @ HotClube" photo Ricardo Paulino


"OLHA MARIA" JOANA MACHADO Feat. BERNARDO SASSETTI from PhénixArts on Vimeo.

17 Julho 22h30 - Jens Lekman + Pikelet

Hiperligações para esta mensagem
with Viktor Sjöberg, performing as a duo
Indie / Folclórica / Pop
"Jens Lekman pode ser descrito como um compositor e cantor indie/pop e um músico de rock barroco. A sua música é fortemente baseada em guitarras, com o uso de muitos samples e cordas. As suas letras são por vezes comparadas às de Stephin Merrit, do Magnetic Fields, e com Belle and Sebastian."


A voz doce de Evelyn Morris marcará
presença em ambas noites. A singer songwriter australiana apresentará em solo europeu o seu primeiro longa duração, intitulado simplesmente “Pikelet”. Ainda desconhecida no Hemisfério Norte, é no entanto apontada como um dos nomes mais sonantes da actual indie pop australiana, tendo actuado em palco na companhia de nomes como Beirut, Camera Obscura, Darren Halon, The Blow, Sufjan Stevens, Jeffrey Lewis, Ned Collette e aqui com Jens Lekman.
"One-woman pop phenomenon Pikelet (aka Evelyn Morris)"
Entrada 12,50€
Associados Lugar Comum - 10€ + pin
Após o concerto decorrerá uma after-party promovida pela Lugar Comum.

Nota: O concerto terá primeira parte assegurada pela singer songwriter australiana Pikelet. As reservas estão abertas a qualquer interessado, até à lotação estimada da sala.
Em qualquer evento organizado pela Lugar Comum é aconselhável reservar previamente a entrada através de e-mail para geral@lugarcomum.pt , indicando o número de entradas pretendido, o nome, número de bilhete de identidade e contacto.
[Restantes condições anexas nos comentários retiradas do site da Lugar Comum - consulte!]

Links:
Jens Lekman myspace
Evelyn Morris (Pikelet) myspace
Para mais informações: last.fm e Lugar Comum

13 de Junho - Teatro Acéfalo apresenta "Edwarda" (c/ Tony Fortuna dos d3ö)

Hiperligações para esta mensagem
Adaptação à bd "Madame Edwarda" de George Bataille a partir da tradução de Francisco Oliveira.

O sexo, o riso.

"Penso como uma rapariga que se despe
Na extremidade do seu movimento
o pensamento é o impudor,
a própria obscenidade"
(G. Bataille)
Um homem, "levado por uma liberdade estonteante", vive uma experiência sexualmente mística com uma prostituta chamada "Eduarda". Um texto poderoso de Bataille despertou a visão dramática de Miguel Rocha, que propõe uma leitura plástica das deambulações do narrador. Os corpos são chamados à cena, numa nudez total atrás da qual brincam às escondidas cada uma das questões do mundo. .. Edwarda está na linha das mulheres libertinas, com Nádia, de Breton ou "Belle de Jour", de Buñuel.

Os intervenientes são: Inês Jacques, João Patrício, Luis Desirat, Tony Fortuna (d3o), Tó Rui (d3o).

Após o espectáculo haverá dj set a cargo do actor João Patrício através do seu alterego DJ Single Again.

Entrada 5€

12 de Junho - Bilan feat Pancho (Andres Tarabbia) [Expensive Soul]

Hiperligações para esta mensagem
BILAN
Alternativa / Acústico / Afro-beat

Bilan pode ser enquadrado numa perspectiva mais cosmopolita e urbana da música cabo-verdiana. Mas as raízes de ilhas que caíram da lua aqui parecem ir mais longe. São servidos por arranjos menos ansiosos, para mostrar a coragem que faz a música de Bilan. E o rock que Bilan traz do seu currículo, a faceta mais popular anglo-saxónica são fabricados aqui no benigna sombra de Jeff Buckley.

Andrés Tarabbia (Pancho)
Reside em Portugal desde 1994 colaborando com músicos como: Fernando Girão, André Sarbib, Miguel Braga, Ricardo Fabini, Clã, Raul Marques e os amigos da salsa, Paulo Gomes, Tónico Goulart, Paulinho Lemos, Manuel de Oliveira, Dulce Pontes, Santos e Pecadores.
Actuou no festival de jazz de Guimarães com “Maria Schneider”, colaborou com Walter Hidalgo (Tango Argentino) e, actualmente, faz parte do grupo Expensive Soul e Semente.

Entrada 4€

Links: MYSPACE, SITE, yahoo_evento e last.fm_evento

11 Junho | Mosca Tosca

Hiperligações para esta mensagem


Alexandre Matias - Cajón, percussão & monitor das danças

Luísa Côrte - Concertina, flautas de bisel

Carlos Alves - Piano, baixo eléctrico, acordeão, cavaquinho

Mário Dias - Guitarra clássica

Vítor Cordeiro - Flautas de bisel, gaita galega, cornemuse, didgeridoo

Para quem gosta de dançar ao som de boa música....
«Vinda de uma época esquecida, mas ainda viva, esta recente formação de jovens músicos oferece ao público um espectáculo de ritmos tradicionais europeus dignos de uma lenda épica. Os participantes poderão dançar a pares com valsas lentas e inebriantes ou, se preferirem, dançar em grupo com agitadas coreografias de tirar o fôlego(...)» in myspace

Entrada 5€

evento: last.fm

Encontros Internacionais de Jazz de Coimbra - 4, 5 e 6 de Junho 23h45

Hiperligações para esta mensagem

CHRISTIAN LILINGER / MATTHIAS SCHRIEFL QUARTET (Germany)

Matthias Schriefl – trompete
Gerhard Gschößl - trombone
Robert Landfermann - contrabaixo
Chrstian Lillinger - bateria

Nota
Este concerto será gravado para posterior edição discográfica JACC Series.

Bilhetes
Pontual (4 e 5 de Junho): €5 (preço único)
Pontual (6 de Junho): €7 (preço único; bilhete válido para os dois after-hours desta noite)
Fim-de-semana: €25 / €20 (estudante) (bilhete válido para os três concertos e três after-hours do segundo fim-de-semana)

Link

Encontros Internacionais de Jazz de Coimbra - 28, 29 e 30 de Maio 23h

Hiperligações para esta mensagem

Martin Küchen - saxofone alto
Magnus Broo - trompete
Johan Berthling - contrabaixo
Mats Äleklint - trombone
Mattias Ståhl - vibrafone
Kjell Nordeson - bateria

Apoio Embaixada da Suécia

Nota
Concerto gravado para posterior edição discográfica na JACC Series

Bilhetes:
Pontual: €5 (preço único)
Fim-de-semana: €10 (preço único; bilhete válido para os três after-hours do primeiro fim-de-semana)

Link
Angles sextett myspace

23 de Maio 23H - NORMAN

Hiperligações para esta mensagem


Norberto Lobo-GUITARS.vocals
Manuel Lobo-KEYBOARDS.vocals
João Lobo-DRUMS.PERC. vocals

Na altura em que celebram 10 anos de existência, os NORMAN fazem uma pequena Tour por Portugal estando já assegurada a sua passagem pelo Salão Brazil.

Entrada 5€

Links: MYSPACE, yahoo_evento, last.fm_evento

22 de Maio - Put some... apresenta Matt Elliott

Hiperligações para esta mensagem
"A grande referência deste singular escritor de canções, que nos anos 90 fundou os Third Eye Foundation, continua a ser a tradição de certos autores britânicos, mas nas suas letras e melodias também se escutam muitas histórias da música popular continental." in Time Out

Entrada 7,50€

Links: SITE, yahoo e last.fm

5ª Sessão JACC- Quark! | 16 de Maio de 2009 21h30

Hiperligações para esta mensagem
NOBUYASU FURUYA TRIO

NOBUYASU FURUYA - saxofone tenor, clarinete baixo e flauta
HERNÂNI FAUSTINO - contrabaixo
GABRIEL FERRANDINI - bateria

Japonês de nascimento, mas presentemente a viver em Lisboa depois de uma estadia em Berlim, Nobuyasu Furuya veio agitar as águas da cena jazzística e improvisada portuguesa com o seu sopro ora extremamente possante (algures entre Archie Shepp e Peter Brotzmann), ora controlado com um rigor implacável (o mesmo das cerimónias de chá, das árvores bonsai e dos jardins de pedra tipicamente nipónicos), nos seus três instrumentos de eleição: o saxofone tenor, o clarinete baixo e a flauta. Interessou-se pela música clássica otomana, que estudou na Turquia. Por cá, teve muito aplaudidos encontros com três dos mais internacionais praticantes da improvisação, Carlos "Zíngaro", Ernesto Rodrigues e Rodrigo Amado, mas foi com o contrabaixista Hernâni Faustino e o baterista Gabriel Ferrandini que formou o trio que ora seapresenta. Com tais músicos na secção rítmica, conhecidos pelo impacto das suas prestações, o seu propósito é claro: mostrar que a "new thing" nascida na década de 1960 ainda não morreu!

Entradas
€5 (bilhete normal)
€3 (estudante)


yahoo e last.fm

25 de Abril 23h - Daily Misconceptions + Dj Fernando Ferreira (Mimi Records)

Hiperligações para esta mensagem

“As falsas ideias quotidianas, texturas orgânicas e de coloração indefinida, são matéria prima para a criação de um mapa sincero mas imprevisível. É devido à sua composição ambígua que “daily misconceptions” a escolhem como campo de pesquisa e trabalho.(…)” (IN: clubotaku.org)

“MiMi é uma netlabel que tem como objectivo divulgar o que se faz em Portugal e no Japão relativamente às novas tendências da música electronica (electronica, i.d.m., glitch, noise, digital hardcore, experimentalismo) . Também é uma forma de se trocarem experiencias musicais entre músicos dos dois países.(…)” (IN: clubotaku.org)

Entrada 3€

Festival Santos da Casa (RUC)

24 de Abril às 22h - Russ Lossing's "Underground Trio"

Hiperligações para esta mensagem

VI Aniversário JACC com Russ Lossing's "Underground Trio" + Apresentação Jazz ao Centro - Encontros Internacionais de Jazz de Coimbra (7ª edição)

Russ Lossing piano // Masa Kamaguchi contrabaixo // Billy Mintz bateria

"Add Russ Lossing to the current list of jazz luminaries" All about Jazz, NY

Entrada 5€
(Livre para sócios do Jazz ao Centro Clube)

17 de Abril às 23h00 - THE GUYS FROM THE CARAVAN "Noah's Ark of Pain"

Hiperligações para esta mensagem
Noah’s Ark of Pain
Folk Rock / PopThe Guys From The Caravan juntaram-se em finais de 2006 e, desde então, têm vindo a dar concertos um pouco por todo o país. Lançaram no mercado o álbum de estreia Noah’s Ark of Pain que contou com a produção de Flak e de onde foi seleccionado o tema The Guy from the Caravan como primeiro single em jeito de apresentação. A convite de Henrique Amaro, integram na compilação Novos Talentos FNAC 2008, com o tema Just Kiss Me.

Bruno Vasconcelos (voz e guitarra), Jorge Ferreira (guitarra), José Almeida (bateria) e Gonçalo Forte (viola baixo)


Entrada - 5€
Reservas através de
salaobrazil@gmail.com ou telefs: 239 824 217 / 916 906 494 / 931 786 941

NOTA: Há possibilidade de jantar com os elementos dos The Guys from the Caravan antes do concerto! Mas os lugares são limitados. Envie email (preferencialmente) para saber das condições!

Integrado no Festival Santos da Casa

Links:
SITE, yahoo e last.fm

11 de Abril - NOITE DE JAZZ com Beatriz Portugal Jazz Quintet

Hiperligações para esta mensagem

BEATRIZ PORTUGAL JAZZ QUINTET
Beatriz Portugal (Vx)
Nuno Ferreira (Gt)
Nuno Reis (Tp)
Convidado Especial: Carlos Barreto (Ctbx)
Bruno Pedroso,(Bt)

O repertório deste projecto consagra clássicos de jazz, temas de bossa-nova e standards de grandes musicais imortalizados pelo cinema. A cumplicidade musical entre estes musicos e a teatralidade vocal da sua vocalista, reflecte-se num espectáculo envolvente e intimista.

Entrada - 5€
Links +info: yahoo e last.fm

9 de Abril - Uxu Kalhus

Hiperligações para esta mensagem
UXU KALHUS
Trad Radical/ Folc Subversivo / Baile Progressivo

«Transumâncias Groove, o segundo CD d'Uxu Kalhus, quer sulcar uma nova rota migratória por latitudes e longitudes improváveis, onde a tolerância, solidariedade e alegria são atingidas através de uma fusão orgânica de estilos com influências musicais globais. Nestas transumâncias, Uxu Kalhus convidam cada um a descobrir a ovelha que há em si, e a seguir o grupo por montes e vales, rios e mares, desertos e pastagens, cada vez mais longe, passando por todos os recantos da Lusofonia contaminados pelas geografias dos cinco continentes.

"Uxu Kalhus voltam assim a reafirmar o direito à autodeterminação do Folc Português!» aqui

Entrada simples 5€ // Entrada com oferta de CD 10€

Links: site
, yahoo e last.fm
..