6º Aniversário Salão Brazil || 26 de Junho

Hiperligações para esta mensagem
No próximo dia 26 de Junho o Salão Brazil festejará o seu 6º aniversário.

Entradas
Pão, azeitonas marinadas e manteiga
Creme de Ervilhas com presunto e azeite de azeitona preta
Farinheira e Espinafres no Lombo marinado com tomilho acompanhado com puré de maçã, milho frito e bouquet de legumes

Inclui serviço vinhos JP Azeitão branco e tinto, cerveja, água e café.

Após o jantar Bolo de Aniversário e Espumante

Preço por pessoa 20,00€ 
(inclui entrada para o concerto) 

Jantar SÓ com reserva até 48h antes. (Jantar 20h30)

Reservas através do 916 906 494 ou salaobrazil@gmail.com

Após o jantar segue-se o concerto Gimba & os Bandidos

26 de Junho || Gimba & os Bandidos

Hiperligações para esta mensagem
Maos ao ar! Estão a chegar Gimba & os Bandidos!

Após uma ausência de mais de dez anos, o artista anteriormente conhecido por Gimba regressa aos palcos acolitado por um quarteto de respeito – os Bandidos – encetando a digressão “Um Milhão de Concertos”, que promete agitação explosiva ao melhor estilo dinamite-chic!

Da balada acústica ao mais enfurecido rock metálico, passando pelo samba/pop, pelo disco ou pelo reggae, Gimba & os Bandidos prometem um cocktail musical explosivo servido por uma lírica citrina do melhor que nos pode oferecer o idioma de Luis Vaz. Num tempo de crise, nada como um punhado de canções de combate para deixar tudo exactamente na mesma. In rock bombis est!

Gimba – Perigoso agitador, de sorriso fácil, toca guitarra e canta. Não muito bem, mas canta.
Jorge Courela – Ex presidiário metalúrgico, toca guitarra eléctrica e também canta (e bem!).
Ricardo Virtual – O mais perigoso do quinteto, apesar do ar jovial, toca teclas e canta.
Manuel Jonatas – Cumpriu pena por delitos relacionados com o funk, toca guitarra-baixo.
Pedro Pitagroz – A dor de cabeça das brigadas de minas e armadilhas, toca bateria e canta.

Se vir algum destes perigosos elementos telefone a todos os seus amigos e junte-se a eles! E traga a polícia. Quantos mais polícias (mulheres-polícia inclusivé), melhor. Vão adorar!

Entrada 6€

25 de Junho || Noite Branca

Hiperligações para esta mensagem
A Agência para a Promoção da Baixa de Coimbra (APBC), irá realizar no próximo dia 25 de Junho de 2010 (sexta-feira), mais uma Noite Branca, na Baixa de Coimbra, com abertura dos estabelecimentos comercias até às 24h00. Nesta edição a agência vai organizar o I Desfile de Marchas Populares da Baixa de Coimbra, contando para tal com a participação de 11 marchas pertencentes aos concelhos de Coimbra, Pombal e Leiria. O Desfile terá pontos de actuação estática específicos, para avaliação das performances das marchas, mas a restante actuação será de carácter itinerante, para que todas as ruas aderentes a esta iniciativa tenham animação.

No Salão Brazil haverá sardinhada, caldo verde, sangria, vinho, chouriço...
Apareça

5 de Junho 23h45 || The Convergence Quartet (EUA/GB)

Hiperligações para esta mensagem
The Convergence Quartet (EUA/GB)
Jazz / Experimental / Outro 


Taylor Ho Bynum - corneta, fliscórnio
Harris Eisenstadt - bateria
Dominic Lash - contrabaixo
Alexander Hawkins - piano

Com este quarteto, juntar o jazz e a música improvisada não é improvisar à maneira do jazz, o que seria demasiado confortável, mas experimentar outros relacionamentos do composto jazzisticamente com o tocado livremente. As improvisações nunca surgem dentro de molduras temáticas, mas podemos encontrar temas dentro de improvisos, virando os processos convencionais às avessas. Por tudo isto, é bom que o público se agarre às cadeiras: as suas convicções vão ser abaladas.

BILHETES
Diário 5€
Geral 2º fim-de-semana 10€ (três dias)

3 e 4 Junho || European Movement Jazz Orchestra [23h00 / 23h45]

Hiperligações para esta mensagem
(Portugal/Alemanha/Eslovénia)
 .
Izidor Leitinger – condução
Beny Brown, Mathias Schriefl (to be confirmed!!), Alexander Hartmann, Igor Matkovič, Susana Santos-Silva – trompetes
Uwe Steinmetz, Jaka Kopač, Philipp Gropper, Jure Pukl, Elmano Coelho – saxofones
Jörn Marcussen-Wulff, Lars Arens, Paulo Perfeito, Rui Bandeira – trombones
Jani Moder – guitarra
Kaja Draksler – piano
Robert Jukič, André Carvalho – contrabaixo, baixo eléctrico
Tobias Backhaus – bateria


BILHETES
Diário 5€

..